Archive for 13 de Abril, 2009

h1

Flop telúrico

13/04/2009

Um dos responsáveis pela minha iniciação na blogoesfera, publicou no seu blogue uma das notícias que mais discussões deve ter desencadeado na comunidade científica ligada à investigação de Riscos Naturais.

Quando recebi, da mailing list do grupo Geografia.pt, um e-mail com a referida notícia, confesso que fiquei desconfiado. No último ano da licenciatura, num exame da cadeira de Avaliação de Riscos Ambientais, respondi a uma pergunta sobre a previsibilidade dos sismos, com um texto “simulando” uma noticia publicada no ano de 2094. 

“O Regresso ao Futuro” baseava-se na monitorização dos índices de libertação de gás rádon junto a escarpas de falha e na análise comparativa dos efeitos da catástrofe, no Sul da Europa e Norte de África, de um sismo de grande magnitude com epicentro no Mar Mediterrâneo . A professora até gostou do exercício de ficção, (confesso que foi um risco ter respondido assim), e eis que, passados uns anos, julguei que Giampaolo Giuliani tinha, das duas, três:

1- Surpreendentemente conseguido antecipar, em 85 anos, toda a panóplia de tecnologia e procedimentos cientificos que só julguei possíveis para o ano de 2094;

2- Roubado o meu exame de Avaliação de Riscos Ambientais, tendo eoncontrado na dita resposta a sustentação científica que lhe valia o bilhete para o seu momento de glória.

Depois de uma pequena análise e investigação, cheguei à conclusão que se tratou apenas de uma coincidência inconsistente e que, apesar da tentativa, ainda há bastante a fazer no sentido de se conseguir prever a data, hora exacta, local e magnitude de um Fenómeno Natural do género, como se pode ver na troca de comentários mantida com o meu amigo Jorge Sampaio (não, não é o ex-Presidente, mas é parecido…é que ele também é do Sportem).

Anúncios
h1

O segundo maior fã dos Pearls

13/04/2009

Há coisa de uma semana, adormeci enquanto na RTP2 passavam várias músicas de Pearl Jam, tocadas ao vivo  numa série de concertos que tiveram lugar nos Estados Unidos.

Entretanto, a minha mãe terá entrado no quarto e desligado a televisão, depois de se ter apercebido que naquele espaço os Pearl Jam tinham sido abandonados pelo seu fã nr. 2, (o primeiro deve ser algum maníaco que goste incondicionalmente de todas as músicas deles), assim sucumbido às violentas investidas do João Pestana.

Durante o sono sonhei que eu próprio estava num desses concertos. Creio ter estado todo aos pulos, a cantar, e até terei sido chamado ao palco para acompanhar Eddie Vedder nos acordes vocais da Animal quando, logo de seguida, me vi atirado para cima de uma multidão arrebatada pelo enlevo contagiante do Vedder e que estendia agora os braços para me receber, evitando assim que um possivel estrondo no duro e sujo chão me acordasse daquela dimensão flutuante.

Esta inquietância sonâmbula, foi quase tão boa como o genial concerto dos Pearls ao qual assisti em Setembro de 2006. Felizmente acordei, ainda a tempo de não ouvir a Last Kiss…