h1

Umbigo ou Embigo?

21/04/2009

Esta manhã, à semelhança de todas as outras manhãs,  enquanto acompanhava as primeiras notícias do dia no programa informativo da RTP1, Bom Dia Portugal, despertando assim lentamente para mais um dia de labuta, dei comigo a rir parvamente sozinho, após a rubrica “Bom Português” .

O “Bom Português”  é, quanto a mim, uma das rubricas de televisão mais reveladoras da benção que é ser-se português, como se tivessemos sido formatados à nascença no sentido de pensar e agir sempre da forma intuitivamente mais acertada de todas. Isto sem esquecer o elevado valor pedagógico patente em cada uma das “charadas” lançadas dia após dia naquele espaço informativo da televisão pública.  

A questão levantada hoje prendia-se com a aplicação correcta dos termos: umbigo, ou embigo? A maioria dos inquiridos foi bem sucedida, ao referir a primeira opção como a mais acertada,  tendo esta derivado  do latim. Ainda assim, o uso da segunda também está efectivamente correcto, sendo a forma popular para designar a parte do corpo humano que mais cotão acumula por dia.

Uma das senhoras entrevistadas revelou, no seu expoente máximo, o tal desígnio divino de raciocinar à portuguesa. Muito resumidamente, passo a citar a entrevista:

Jornalista: “- Como é que se diz, umbigo, ou embigo?”

Entrevistada: “-Umbigo…”

Jornalista: “-Então e como é que se escreve essa palavra?”

Entrevistada: “-Como é que se escreve?! Sei lá…deixe-me lá ver…”

Jornalista: “-Qual é a primeira letra?

Entevistada:-“Um O…Acho que é O… Leva um H antes do O…”

Portanto, deve dizer-se Hombigo!!! “Assim se fala em bom português…”

Anúncios

6 comentários

  1. Gosto, particularmente, do programa que passa na RTP 1 apresentado pelo Diogo Infante. Deliro com as explicações sobre as expressões que, eu, tantas vezes uso sem lhes conhecer a origem.

    Mas sim, o programas que referes, também é um fartote de rir…

    P.S. Alvíssaras a quem me contextualizar a muy cara “Arriba-te chiba!” (e não me venham cá com a simplória explicação que foi um ancestral pastor nosso que tinha uma ovelha de estimação dada a estados depressivos, que essa, já eu conheço. Agradecida.)


  2. Também gosto bastante do Cuidado com a Língua. É excelente para catar pontapés na gramática, dados por todos nós, sem a mais completa noção do erro…Quanto à chiba, só me lembro do dramaturgo Gil Vicente, no Auto da Barca do Inferno: “Furtaste a chiba,cabrão…” 🙂 Mas aceito com toda a honra o desafio que acabas de lançar… 😛


  3. Também me ri que nem uma perdida com essa rubrica. A partir de então, tenho repetido as palavras sábias dessa senhora todos os dias, religiosamente, e fico logo com um sorriso na cara.


    • Existe melhor coisa que aprender, sorrir e, simultaneamente, ficar bem disposto para o longo dia de trabalho? 🙂 Aproveitando o tema da rubrica de hoje, o Bom Português é uma bênção! (com chapéuzinho de chinês na letra E)


  4. […] « Família Cão Privado O Camaleão-Zombie de Valadares 05/05/2009 Escrevi anteriormente, aqui no Terra Ruim, que ser português é um privilégio sublime, metafísico. Nascemos […]


  5. […] mais uma vez,  o Bom Português, demonstrou a nossa encantadora aptidão em dificultar o óbvio. A charada […]



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: