h1

Vulcão Shiveluch – Sinais de Fumo do Planeta Terra

15/05/2009

O sensor ASTER, a bordo do satélite Terra, propriedade da NASA, capturou no passado dia 10 de Maio esta espectacular imagem do vulcão Shiveluch, situado na península de Kamachtka, Rússia.

Na imagem, obtida a partir de uma combinação das bandas do visível e infravermelho próximo, o que permite visualiza-la com tonalidades muito próximas das cores naturais dos elementos retratados, é possível observar uma extensa coluna de fumo,empurrada para Norte, com aproximadamente 7 Km de extensão.

O contraste de tonalidades à superfície, entre o branco da neve e castanho escuro das vertentes que compõem o cone do vulcão (o Shiveluch é um estratovulcão), permite descortinar os caminhos preferenciais da lava e das cinzas em erupções antigas.

A cerca de 3 283 metros de altitude, o Shiveluch, é considerado um dos mais violentos vulcões em actividade e, desde de Dezembro de 2008, que é possível registar uma intensa actividade, baseada num aumento da actividade sísmica e lançamento de vapor de água para a atmosfera, acima dos valores normais.

Os fenómenos naturais do Planeta conseguem ser simultaneamente perigosos e belos. Talvez seja por isso que é tão fascinante cá viver.

Imagem: NASA (clique em cima para ver muuuuito melhor))

Imagem: NASA (clique em cima para ver muito, mas muito melhor)

 

Anúncios

8 comentários

  1. é pa nem queiras saber o que me parece essa imagem


  2. Isn’t it lovely?

    🙂

    Fez-me recordar a Prof. Sabina Teixeira. E a Eunice Cassiano. Esta última, minha directora de turma e, estou certa, uma grande fã tua. Lembras-te?


    • 🙂 Quando fiz este post lembrei-me de ti. Sei que também gostas imenso de vulcões. 😛
      Lembro-me perfeitamente das duas. Foi com a primeira que iniciei a minha colecção de calhaus, com os conglomerados que apanhei em Mil Fontes. Já a segunda, foi quem me abriu as portas da georeferenciação e me ensinou que tudo na Terra tem uma localização específica.


      • Giro como ignoraste a minha referência a como a EC babava por e para ti. 😛


  3. Quero saber pois. Foi para conhecer aquilo que ela parece aos olhos de quem deambula pelo Terra Ruim que aqui a publiquei. Diz-nos lá Marco, estou curioso. 😛


    • Acho que estás a exagerar Carina. Sinceramente, eu até nem era grande aluno a Geografia 😛


      • Não ’tou nada… a mulher ia para as minhas aulas e falava n vezes sobre ti.

        Coisa que tu, pelos vistos, desconhecias.


      • Desconhecia de todo…infelizmente 😛



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: