h1

Somos os conguitos

26/05/2009

Uma das principais razões pelas quais lastimei, em posts anteriores, o triste rumo e desfecho do minipreço de Monchique, prendia-se com a possibilidade de me ser vedado o rápido acesso a um dos produtos africanos que, sem o serem, mais aprecio, logo a seguir à muamba e ao caju: os Conguitos.

Estas pepitas compostas de amendoim envolto em chocolate, são, talvez, o produto que mais publicidade faz à Républica Democrática do Congo, depois do General Mobutu. 

Após o encerramento do minipreço, mergulhei num estado depressivo e de dieta, sem precedentes. Mas eis que, hoje mesmo, fui surpreendido por uma encomenda, vinda de longe, de um local onde há de tudo o que é bom e mau, remetida por uma colega de faculdade. Este gesto, que me deixou extático e me resgatou do estado de fraqueza forçado pelo lay off do minipreço, corrobora a ideia que havia aqui partilhado acerca do papel que os amigos podem assumir no desenrolar das nossas vidas.

Conguitos

A Paula, colega que me enviou as duas embalagens de conguitos, merece, para além do meu sentido agradecimento, uma palavra de apreço pelo trabalho que tem desenvolvido na transmissão do saber geográfico aos seus alunos. O blogue A nossa geografia, do qual é a principal colaboradora, é um verdadeiro exemplo das acções didáticas positivas levadas a cabo nas nossas escolas.

Confesso que, a cada visita àquele blogue, deleitado com a diversidade e qualidade dos conteúdos de apoio às aulas, sinto vontade de voltar às aulas de geografia do ensino básico e secundário.

Anúncios

4 comentários

  1. gostei da foto :)) aprendi que existem muitas variedades de conguitos.
    a noticia de cima preocupou-me… esse email, com esse nome, 66 (suponho que a data de nascimento)
    parece-me alguém muito próximo :)) Coincidência?


  2. E eu gostei muito dos conguitos 🙂 Obrigado, mais uma vez, Paulinha.
    O e-mail é mesmo coincidência, estou apenas a ajudar o senhor a vender o terreno, embora na freguesia certa. 😉


  3. Também existem nos cafés do Porto, mas são deixados, abandonados, na prateleira… A aventura que deram esses conguitos… são deveras especiais.


    • Pena que se tenham esfumado num ápice. A boa notícia é que entretanto o minipreço voltou a abrir. Pense je de quoi…



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: