h1

Mark thing: teoria geral do juro, do proletariado e da finança

07/11/2009
Juros_Lagos

Fotografia: Lagos.

A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda, da autoria do genial John Maynard Keynes, começa a perverter-se no pequeno comércio a retalho oriental. Aqui vende-se de tudo, incluindo dinheiro, e assegura-se a liquidez global do sistema económico pela rendibilidade de euros emprestados, a uma taxa de 10% a reverter a favor do cliente. 

É a agiotagem do proletariado: compra 50 euros, engrossa a carteira com um fundo de investimento no valor de 5, a ser empregue em bens de equipamento de alto valor tecnológico, como por exemplo, um passe-vite feito em aço inoxidável…

Anúncios

5 comentários

  1. E quanto custam, esses 50 euros? Se eu pagar 50 euros por… 50 euros (numa nota só ou “destrocado”, tanto faz), e me derem mais 5 euros, fico com 55. Parece-me bom negócio. Um negócio da China, diria mesmo!
    A partir dos 55 euros, o negócio deixa de ser interessante…


  2. Em tempos de infante, antes de perceber o real valor do dinheiro, julgava que o meu pai estava a enriquecer de cada vez que pagava despesas com uma nota leve, feita duma folha de papel seco, recebendo como demasia uma grande quantidade de moedas pesadas, feitas de metal, de cores e texturas variadas. Durante algum tempo, isto significou para mim o processo de acumulação de riqueza e de estímulo ao consumo.

    Neste caso específico, o entorno financeiro é outro. A regulação funciona de forma eficaz e transparente. Os limites estão definidos e não há forma de empreender trapaças ou maroscas em paraísos fiscais. Cinquenta euros são cinquenta euros, cinco euros são cinco euros, e, finalmente, cinquenta e cinco euros são cinquenta e cinco euros e, porque não dizê-lo, um passe-vite é um passe-vite.


  3. Eu li que davam um vale de 5 euros a quem comprasse 50 euros. Não a quem fizesse compras no valor de 50 euros. Daí ter querido saber por quanto os vendiam, os tais 50 euros. Podia estar aí a minha oportunidade de investimento…

    Bom… vou para dentro. Quem disse que português é fácil e que não nos vemos, com a nossa própria língua, tantas vezes gregos?


  4. Exactamente. Leste o mesmo que eu! 😀 Daí a publicação aqui no estaminé da ruindade. Se fores comprando o dinheiro, faseadamente, 50 euros de cada vez, imagina quanto poderás ganhar… 😛


  5. Mas… lá está: têm de vender os 50 euros por menos de 55. Senão é mau negócio! 😀



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: