h1

Intrepidez, bravura, valentia

03/12/2009

«Homem que é homem não come mel, mastiga abelhas!»

Anúncios

3 comentários

  1. :-0 de que ostra saiu tão preciosa pérola?

    (Estou com medo da extensão do raciocínio à ingestão de formigas)


  2. Lembrei-me precisamente da história das formigas quando ouvi isto. O que aconteceria a uma pessoa que ingerisse ácido fórmico em quantidades exageradas? Ficaria munida de uma enorme capacidade de trabalho, talvez… 😉


  3. A mim só ocorre a imagem d’A Mosca do David Cronenberg: o sujeito a “babar” para cima das pessoas e a desfazê-las com enzimas. Acho que ácido fórmico deve provocar um efeito semelhante. Blharck!

    Quanto à possibilidade do ácido fórmico induzir uma enorme capacidade de trabalho, duvido. Olha lá o papa-formigas! 😉



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: