h1

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

17/01/2010

Imagem: Telejornal, RTP1

Ainda que pertencente a um partido fortemente abalado pelas ondas sísmicas do neoliberalismo e que fez do  real socialismo apenas pó, Manuel Alegre ergue-se dos escombros, resgatado pela necessidade de haver uma visão alternativa à distopia em que o país colapsou. Sendo igualmente assunto sério, ver a disponibilidade do histórico político para uma possível candidatura a Belém ser confundida com o resgate de uma mulher grávida por entre a entulheira de Port-au-Prince, Haiti, é coisa inescrutável que tem muito pouco a ver com nada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: