h1

Alice no País das Maravilhas

09/04/2010

Para quem não tem tempo e paciência para ler a obra de Lewis Carroll, ou oportunidade de vê-la na película, sob a chancela de Tim Burton, segue uma resumida e sintetizada súmula:

Imagem retirada de: 90 Livros Clássicos para Pessoas com Pressa, Henrik Lange, Editorial Presença, 2ª Ed., 2010.

Anúncios

4 comentários

  1. Ora vêm cá com a conversinha de que as maravilhosas aventuras da Alice no país das maravilhas representavam as alteraçãos de personalidade pelas quais os adolescentes passam enquanto buscam a sua identidade e definição como Pessoa.
    O que eu acho é que era já um incentivo, “muito à frente do seu tempo” pela forma inteligente como estava dissimulado, ao consumo de psicotropicos. Cogumelos, chás…olha que sorte termos acompanhado a Alice nas suas “idas à toca” num mundo 20 anos mais novo!


  2. Só para corrigir…”alterações” e não “alteraçãos”. lolol


  3. Grateful Dead? Deixa lá a minha Alice fazer os 10 que logo vêm os Grateful Dead! Na melhor das hipóteses, um cd de Bad Religion; na pior, Ratos de Portão.
    Ácidos não precisa, basta lamber a careca do pai \o/

    Me gusta mucho esta história da Alice. Só foi pena o Timmy não ter metido o Ovo no filme dele :\


    • Errr Portão não…Porão!



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: