h1

Liberdade

15/05/2012

Liberdade, sim, Liberdade!

Ar puro gritado a plenos pulmões.

Ousadia suprema da vontade

Sem donos, jugos ou outras restrições.

Liberdade de bicho bravo, fora da toca.

Expirada numa só baforada

Sem mãos ao rés da boca.

Liberdade. Liberdade a tempo inteiro,

De par em par, escancarada.

Última recompensa

De quem não pede licença

Para respirar no atoleiro

De uma pátria asfixiada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: