h1

Dança da chuva

15/08/2012

Queria hoje ver

Escorrer

Nas vidraças da paisagem

Uma outra imagem:

Tufos de ervas grossas

Como medas de cabelo

Cobertas por poças

De água e pingos de sincelo.

Riscos de chuva saltando dos beirais

Caindo em suicídios verticais

Por entre o pasto.

Traços espectrais

Sem deixar rasto,

Feridas ou sinais

No campo vasto

E triste deste dia.

Bátegas pesadas

Batidas a rajadas

Em cargas de cavalaria.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: