h1

Confraria da solidão

28/08/2012

A confraria da solidão. É preciso não ceder à tentação vertiginosa do abismo. Destrancar o cárcere do rancor, soltar balidos de lucidez no redil humano, dar outra claridade às cegueiras iluminadas da consciência e não encarreirar no trilho fácil da lógica dogmática ou das abjurações gratuitas. Transigir. Cumprir-me na condição comum de homem livre e dar graças por ser uma criatura clandestina diluída em sete mil milhões de criaturas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: