Archive for 9 de Setembro, 2012

h1

Confissões desbragadas

09/09/2012

Às vezes, ponho-me a malucar sobre que profunda motivação me leva a escrever e publicar estes apontamentos diários. Se neste estendal íntimo de lamúrias e misérias expostas à saciedade que, quase sempre, me apresentam à bisbilhotice adventícia com as tripas nas mãos, existe algum resquício de literatura ou alguma delação ridícula sintonizada na curiosidade de um confessor. Se eu fosse outro, o que estaria agora a pensar sobre mim mesmo?

h1

Boletim

09/09/2012

Calor, céu limpo e Sol no boletim
E neste lugar o frenesim
Depois do ócio.
Há palavras de equinócio
Vestindo cores nos arvoredos.
Versos batidos a chuva, frio e vento,
Assobiando nos penedos
As dores do fingimento.