h1

Confissões desbragadas

09/09/2012

Às vezes, ponho-me a malucar sobre que profunda motivação me leva a escrever e publicar estes apontamentos diários. Se neste estendal íntimo de lamúrias e misérias expostas à saciedade que, quase sempre, me apresentam à bisbilhotice adventícia com as tripas nas mãos, existe algum resquício de literatura ou alguma delação ridícula sintonizada na curiosidade de um confessor. Se eu fosse outro, o que estaria agora a pensar sobre mim mesmo?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: