h1

Conflito

24/09/2012

Sou eu o refém dos pensamentos

Contraditórios e quezilentos

Que me pulsam nas fronteiras.

Ataco e contra-ataco nas trincheiras

De mim, d’alguém, daqui e d’além.

Sou, para o mal e para o bem,

Desertor de todas as fileiras

E o meu inimigo mais hostil.

Pelejando em terra de ninguém,

Sou uma guerra civil.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: