h1

Poema para crianças e uma mais chamada António

20/10/2012

Era uma vez um velho feiticeiro

De chapéu de cone e barbas de nevoeiro

Que vivia num castelo de fantasia.

Era o mais sábio do mundo inteiro,

O primeiro a descobrir que existia

Um truque muito antigo de magia

Escondido no livro dos segredos.

E quando lhe perguntavam como fazia,

Sorria, abria o grande livro e dizia:

Abracadabra! e sacudia os dedos.

Logo explodia uma coisa bela,

Uma nuvem amarela de brilhantes

Luzindo no céu em planetas distantes.

E à noite, de sentinela,

Espreitando entre as frestas da janela,

O velho feiticeiro voltava a ser criança

Pequena e feliz, como era dantes.

Em silêncio, não acordava a vizinhança,

E transformava sonhos em estrelas cintilantes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: