h1

Ressonância

30/11/2012

Procuro um verso do Nirvana.
Começo nem sei bem por onde.
Chamo por uma companhia humana,
Mas só uma voz vem e me responde:
– Não mora ninguém nesta cabana!
O aviso é severo e não engana,
Abafado no eco onde se esconde.
– Monges guardiões do templo –
Penso eu.
Sem cuidar que, por exemplo,
O tom da voz pode ser meu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: