h1

Morada

02/02/2013

Que bom seria estar fora de tudo,
Poder olhar sem ninguém me ver!
Fazer do nada o triste conteúdo
Das poucas palavras que sei dizer.
Que alívio passar despercebido
Aos olhos do chão, do sol e da gente.
Caminhar discretamente,
Sem deixar nem rasto nem ruído,
Andar ao largo, distraído,
Sem entender o que aconteceu…
Todas as coisas moravam perto,
Tudo estava no lugar certo,
Menos eu…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: