h1

Incultura

08/03/2013

Esta tarde, na paragem de autocarros, é que eu pude demorar as ideias na velha carreira problemática da nossa incultura. Lado a lado, enquanto esperavam a camioneta, duas adolescentes bebiam a calma da tarde, fazendo os possíveis por ultrapassar os atrasos da própria vida nos giros do mundo. A portuguesa, enviava mensagens pelo telemóvel, a alemã lia o Werther.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: