h1

Entre mim e os outros

21/03/2013

Lá revelei mais um dos meus mistérios. Foi involuntário, mas já está. Certas confissões feitas a cru são ampulhetas dissimétricas às quais não é possível virar a cambalhota.
– Force as costuras à camisa de forças! Lembre-se de que as flexões de cada verbo se iniciam a conjugar o sujeito eu. Ponha-se a si à frente e deixe os outros compartimentados no egoísmo lá deles. Além do mais, ninguém lhe dá louvores…
– Você diz isso, mas faz igual ou pior. Quantas vezes se põe a si em primeiro lugar?
– Muitas… Principalmente quando estou sozinho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: