h1

Primavera muda

16/04/2013

A primavera veio cansada,
Chegou sem olhos de falcão.
Monótona e desconsolada,
Voa colada ao rés-do-chão.
Tanto gritei que viesse,
Tanto ansiei que me desse
Asas de seiva e de veludo,
Que agora, alheada de tudo,
Me parece
Que a chamou a voz dum mudo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: