h1

Liberdade poética

17/09/2013

Se eu fosse poeta
Todos os dias seriam
Maiores que a imensidão.
Todos eles teriam
Horas vagas a bater no coração.
Não haveria segundas-feiras
Nem as fainas rotineiras
A fazer do tempo prisão.
Nesses dias, abertos e livres,
Tomando as estrelas na palma da mão,
Teria nos sonhos os meus víveres
E seria livre, como os poetas são.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: