h1

Cela

10/12/2013

Anoitece.
E a noite é o dia
Caído de maduro.
E sou eu, nesta cor fria,
Pintando a invernia
De um ar ainda mais escuro.
Enquanto as trevas descem,
Prendendo a luz atrás dum muro,
Há outros brilhos que crescem
Do lado oposto ao cercado.
Lá, é manhã e sol e verão, agora;
Tudo está como sonhado
Tudo está certo a esta hora.
E eu aqui… Apagado;
Estou sempre do lado errado,
Estou sempre do lado de fora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: