h1

Santos milagreiros

10/12/2013

Os Santos domésticos. Podem não transformar a água dum cântaro em vinho, podem não fazer chuva da secura, não apagar coriscos nem ameigar a fúria a uma tempestade, mas são eles a salvação para os apertos de fora, quando precisamos de dar solenidade ao nosso provincianismo mais castiço.
Batemos-lhe à porta da lembrança, e lá estão eles, sérios e disponíveis, a dar-nos importância através da importância deles. Aconteceu ontem, depois de visitar o berço transmontano de um dos maiores génios da cardenha literária nacional.
Disse-me:
– Olhe, já agora, que veio de tão longe, quando chegar ao Algarve diga que vai da capital de Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: