h1

TELEGRAMA

10/12/2013

Da memória deste dia,
Nada há para registo.
Nada, excepto isto:
O sol floriu nas ramadas,
As cigarras tocaram
Músicas riscadas,
Os relógios andaram
Em corridas demoradas.
E o mundo lá avançou
Nas suas voltas cronometradas.
Mas estacou quando parou
Nas minhas ilusões desencantadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: