h1

Código Morse

02/01/2014

A mão dentro da mão…
E cada um de nós media
A febre e a pulsação
Que nos unia.
Mãozinha a mãozinha
Enchia a tua solidão
Na vastidão da minha.
Apertava-te uma vez
E tu apertavas duas.
Respondia apertando três
E punha as minhas mãos nas tuas
Num morse que se trocava
No calor de toques banais.
Dizia-te, nesse silêncio, que te amava
E quando a tua mão me apertava
Dizias que me amavas mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: